Apartamento para financiar: como analisar as propostas para a sua família
MENU
Checklist do apartamento para financiar: como analisar cada uma das propostas de moradia perfeita para a sua família

Para sair do aluguel, muitas famílias buscam a opção de apartamento para financiar. Esse é um caminho acessível, para quem deseja conquistar o imóvel próprio. Seja aquele que desejam se mudar o quanto antes possível, ou para quem pode esperar a sua construção.

Muitas vezes, esse é o investimento de maior valor da família. E, ao financiar, assume-se um compromisso a longo prazo. Sendo assim, é crucial que seja feito um plano para essa compra. Para evitar dores de cabeça no futuro.

O primeiro cuidado a ser tomado, portanto, é não fechar o negócio com base na ansiedade e nas emoções de conquistar esse sonho. Sabemos que essa é uma aquisição emocionante. No entanto, é crucial controlar os impulsos.

Agora, continue com a gente e conheça os próximos passos para fechar um contrato com sucesso!

      • Passo #1: planeje o desejo desse investimento

        Antes de mais nada, é necessário entender quais são as características ideais desse negócio, para você. Aqui, é importante levar em conta como é o imóvel que você deseja e quais são as condições ideais. Para guiar sua análise, responda algumas perguntas como:
        • Quantas pessoas vão morar nesse imóvel?
        • O que esperam dele?
        • Quais são os detalhes de que você não abre mão?
        • Você tem urgência para se mudar, ou planeja a mudança para um futuro próximo?
        • Qual é a sua estrutura familiar de hoje e o seu planejamento para os próximos anos?

        • Essas perguntas podem render outras dúvidas que são relevantes, para guiar a decisão. Por isso, não desconsidere nenhuma.

        • Passo #2: faça o planejamento financeiro

        Se você acompanha o blog da Masotti, já deve ter lido essa matéria, que ensina como fazer esse planejamento de forma detalhada. Se você ainda não leu, essa é a hora.
        O planejamento financeiro talvez seja o mais importante, para tornar esse investimento real. Ele te dará uma previsão de como ficará o orçamento da sua família, desde o pagamento da entrada até a última parcela do financiamento.
        Por isso, dedique-se a fazer um planejamento financeiro muito detalhado, para conseguir visualizar com clareza esse aspecto.

        Passo #3: pesquisa de apartamento para financiar

        Agora que você já passou pela etapa do planejamento financeiro, é hora de buscar pelo imóvel que você precisa. Mesmo porque, nesse ponto você já conhece todas as condições financeiras de seu orçamento.
        Com isso, você já sabe quanto de entrada pode dar, qual é o valor com que pode arcar mensalmente, entre as outras importâncias que precisará arcar no processo de compra.
        Portanto, use de todos os recursos necessários para encontrar a melhor opção para você. Pesquise as opções na internet, nos guias imobiliários, peça recomendações de conhecidos, entre outros.
        Assim, você poderá conhecer as possibilidades, dentro do que já havia planejado na primeira etapa.


        Passo #4: conheça as opções de perto

        Sejam os prontos ou na planta: conheça as opções de perto. É na visita, que você poderá conferir tudo o que está prometido nos anúncios pesquisados.
        Para os imóveis prontos, agende um horário e vá conhecer de perto. Analise se os cômodos atendem as necessidades e se acomodará a rotina da sua família com conforto, entre outros.
        Mas, como analisar imóveis na planta? Nessa matéria de nosso blog, reunimos as principais orientações indicadas pelos nossos consultores imobiliários. Acesse agora e entenda!

        Passo #5: faça a análise

        Agora que você já passou pelas 4 etapas iniciais, é possível que já tenha uma série de anotações sobre as opções conhecidas. Então, analise com calma todas elas e perceba qual está mais próxima daquilo que você deseja, junto com as condições de pagamento que cabem no seu orçamento familiar.
        Nessa etapa, você vai perceber que existem alguns pontos comuns, que vão se sobressair na hora da sua tomada de decisão. Por exemplo, se a sua preocupação é espaço para as crianças brincarem, perceberá que, condomínios que oferecem área de lazer podem ser ideais.
        Por isso, faça uma pré-seleção entre as opções encontradas, realize uma nova visita se precisar, e não demore a fechar o negócio, caso esteja com boas condições de pagamento, por exemplo.

        Passo #6: negocie a compra desse imóvel

        Agora, você já deve ter um imóvel escolhido. Então, é hora de negociar!
        Chegar até aqui é um processo longo, não é mesmo. No entanto, é crucial estar preparado para conseguir um ótimo resultado. Em especial, se você for leigo perante o vendedor do imóvel.
        Lembre-se sempre que, a partir de agora, tudo o que você decidir, te acompanhará por um bom tempo da sua vida.

        Passo #7: proteja-se contra os golpes durante a compra

        • Certifique-se sobre o número do Creci dos corretores: o intermédio de um corretor na compra de um imóvel, pode facilitar muito. No entanto, ele deve estar, de fato, certificado pelo órgão competente. Ou, pode ser, facilmente, um golpista;
        • Desconfie de ofertas muito baratas: se os anúncios do imóvel trazem condições extremamente baratas, é melhor ficar atento! Preços muito abaixo do esperado podem ser consequência de problemas na documentação, na estrutura ou, até mesmo, ser um anúncio fraudulento;
        • Verifique a documentação do imóvel com muita atenção: qualquer problema nos documentos do imóvel pode atrasar ou, até mesmo, interromper sua negociação. Sendo esse um dos principais problemas de uma compra, é crucial dar atenção especial à conferência.

        Passo #8: pagamento e taxas adicionais da compra

        Agora, é hora de reunir toda a documentação para solicitar o financiamento do seu apartamento para financiar. Quer entender mais sobre esse processo? Clique aqui e confira!
        No entanto, fique atento às taxas adicionais. Não basta apenas arcar com os custos do financiamento. É crucial conhecer que existem alguns custos extras, os quais:
        • Imposto de Transferência de Bens Imóveis – ITBI. Em Indaiatuba, é aproximadamente de 2% sobre o valor do imóvel;
        • Registro do Imóvel: base no valor do imóvel;
        • Escritura Pública: consulte o valor para o imóvel escolhido;
        • Seguros obrigatórios;
        • Taxa de vistoria do imóvel.
        E então, você já se sente preparado para comprar seu imóvel? Se ainda tem dúvidas sobre esse processo, continue em nosso blog e confira outros artigos sobre o assunto!