Como funciona o financiamento de um imóvel?
MENU
Como funciona o financiamento de um imóvel?

Se você já se perguntou sobre como financiar um imóvel, mas sempre ficou assustado ou com dúvidas, esse artigo é para você.


A compra do primeiro imóvel, a gente nunca esquece. Neste momento somos apresentados a novas informações, burocracias e documentações exigidas pela Construtora e pelo órgão financeiro. É importante estar preparado.

Neste sentido, se munir de informações sobre financiamento habitacional te ajudarão a se planejar e conquistar seu sonho de forma mais tranquila. Confira as nossas dicas para financiar um imóvel em Indaiatuba!


O que é o financiamento imobiliário?


Uma alternativa para quem não dispõe de todo o valor para um imóvel, casa ou apartamento, novo ou usado, é financiar o pagamento através de um banco. Esse banco, normalmente uma instituição financeira com a qual o cliente já tem relacionamento ou crédito, paga parte do valor do imóvel (normalmente 80%) ao dono do imóvel. A partir disso, o comprador deve pagar a este banco que quitou sua dívida, com os devidos juros e condições.??A entrada normalmente é paga diretamente para o vendedor (terceiro ou construtora), que podem negociar melhores condições de parcelamento ou pedem o valor à vista. Quanto ao financiamento, depois de assinar as documentações necessárias, o imóvel já fica ligado ao comprador. Ou seja, já é seu. 




A busca pelo imóvel perfeito


Encontrar seu apartamento ideal e financiar um imóvel em Indaiatuba não precisa ser um bicho de sete cabeças. A cidade dispõe de construtoras renomadas, sólidas e confiáveis com atendimento personalizado e consultores de negócio que te auxiliarão nas melhores decisões.Depois de encontrar seu imóvel ou apartamento perfeito, um corretor de imóveis ou consultor de negócios pode te orientar a ir até a agência de um banco, e conversar com seu gerente sobre as próximas etapas de liberação do crédito imobiliário para financiar um imóvel em Indaiatuba. Não tem segredo.Diferentes bancos apresentam diferentes taxas de juro, prazo para pagamento e conseguem negociar qual a parte do valor que poderá ser financiado. Isso depende muito de como está o seu score e relacionamento dentro de determinado órgão financeiro.




Documentação necessária


Você precisará ter seus documentos originais em mãos e as cópias do seu RG Novo e CPF, comprovante do estado civil (certidão de nascimento, de casamento, de averbação do divórcio ou averbação de óbito), comprovantes de renda (holerites, extratos bancários e declaração do imposto de renda). Se o comprador for casado, todos os mesmos documentos devem ser levados por seu cônjuge. 


Quem for autônomo também consegue comprovar sua renda a partir da declaração do Imposto de Renda, contrato de prestação de serviços, recebido de recebimento por trabalhos prestados ou o Decor (Declaração Comprobatória de Recepção de Rendimentos) feita por um contador. Quem não tiver conta em banco, deve preencher uma ficha de cadastro, para trazer os documentos necessários. Todos passam por uma análise cadastral do Serasa e SPC, para averiguar qualquer problema assim como o score, o que pode interferir diretamente no financiamento. Além disso, comprovar a renda para fazer uma simulação do pagamento do imóvel é de extrema importância para financiar um imóvel em Indaiatuba, já que o valor das prestações não pode ser maior do que 30% da sua renda familiar bruta, o que indica sua capacidade de pagamento. 


Depois que o banco fizer um Laudo de Avaliação do Imóvel, confirmando o valor do imóvel a ser financiado, os contratos serão formulados e assinados por comprador e vendedor. Só então, será liberado o crédito e o vendedor é pago, com o comprador assumindo o compromisso de pagamento das parcelas mensais. 


Tipos de financiamento?

















Você pode escolher três opções para financiar um imóvel em Indaiatuba. São elas: FGTS, SBPE ou Financiamento Direto com a Construtora.Saiba mais:


FGTS

Uma das modalidades mais utilizadas para a compra de imóveis dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), têm algumas regras. Nesse caso, tanto valor do imóvel quanto do financiamento variam e dependem também da instituição financeira escolhida. Só podem participar pessoas com renda familiar até certo limite determinado pela região do país em que se encontram, e as taxas costumam ser mais baixas do que no SBPE. 


SBPEO

Sistema Brasileira de Poupança oferece uma opção de financiamento sem limite de renda. Neste modelo, o valor do imóvel interfere no valor da taxa anual de juros. O limite é definido pelo Sistema Financeiro de Habitação, e pode ser superior à 12% ao ano. 


DIRETO COM A CONSTRUTORA

A opção de financiamento direto com a construtora agrada por possibilitar uma flexibilidade maior na negociação. Os valores financiados, assim como prazo, renda e as taxas de juros são avaliadas pela construtora de forma mais agradável e menos burocrática. No entanto, os riscos assumidos tanto pela construtora quanto para o comprador são maiores. ??Por isso é sempre importante averiguar os outros empreendimentos das construtoras. As maiores construtoras de Indaiatuba, como a Masotti, mostrarão maior solidez para esse tipo de negociação. 



Ficou com alguma dúvida ou tem interesse em fazer uma simulação? Ligue e fale com um de nossos atendentes: (19) 3875-6259